[DESENVOLVIMENTO PESSOAL] Seja a protagonista da sua vida

Há 2 anos atrás eu decidi de vez que não seria mais vítima, de que eu não reclamaria mais da vida e continuaria sem fazer nada para mudar. Eu decidi sair dos bastidores, da figuração para assumir a frente do palco e aguentar as consequências disso, pois não é algo fácil, já adianto.



E hoje eu quero compartilhar com vocês o que eu fiz para assumir o protagonismo da minha própria história.


1. EU ENTENDI MEUS PAPEIS

Quando falamos em protagonismo mexemos num ponto muito importante de um negócio chamado responsabilidade.

Ser protagonista da nossa vida não diz respeito à olhar para o próprio umbigo e agir pensando apenas em nós mesmos. Ser protagonista tem haver com auto responsabilidade, resiliência, maturidade e empatia.

Ser protagonista é assumir com carinho e capricho os nossos papeis que precisamos exercer na vida, como ser esposa, namorada, empreendedora, funcionária, mãe, amiga etc. Ou seja, tudo o que você for fazer, faça com empenho, com total atenção e esteja ciente de que você é a única responsável pelo rumo que sua vida está tomando.


Faça mais do que você deveria com apenas uma certeza: eu faço por mim não por esperar um elogio ou salva de palmas.


Entenda quais são os seus papeis e assuma a responsabilidade deles. Bata no peito e diga: eu sou a melhor no que eu faço no momento que eu preciso fazer. Se nesse momento precisa ser mãe seja a mãe mais foda do mundo. Se na hora seguinte você precisa ser profissional seja a melhor profissional que a empresa poderia ter. Entregue-se aos seus papeis sem esperar nada em troca. Um dia, eu tenho certeza, você vai receber de volta todo esse empenho.


        | Você vai gostar de ler As 4 leis Indianas da Espiritualidade

      
2. EU EXPANDI MINHA MENTE

Não existe mudança se você permanecer exatamente onde está, com as mesmas memórias, experiências e os mesmos conhecimentos.

Você precisa ir além.

Comece a ler. Comece a assistir vídeos com conteúdo relevante. Comece a escutar podcast sobre relacionamentos, negócios, psicologia. Faça cursos rápidos e gratuitos. Faça cursos caros e presenciais. Faça terapia. Procure um profissional de renome que vai te ajudar a expandir a sua mente.

Não há mudança sem dor e não há dor sem mudança. Tudo é uma consequência. De dois anos pra cá eu devo ter lido mais de 60 livros, visto umas 500 horas de vídeos com bons conteúdos, devo ter feito mais de 50 cursos, palestras, workshops e seminários. 

Quando você achar que já sabe demais um assunto, comece a aprender outro.



3. EU CHAMEI MAIS RESPONSABILIDADE

Não importava se eu estava preparada ou não. Nós nunca vamos estar, na verdade. Mas o que importa foi que eu quis assumir mais responsabilidades pois eu confiei na minha capacidade de superação e de fazer bem feito o que quer que eu me propusesse a fazer.

Assuma responsabilidades. Não tenha medo de errar, pois você vai. E isso é uma oportunidade incrível de aprender e evoluir. Mas é importante ter ciência disso, de que você pode errar e aprenda com seus erros.
Não fique preso àquele discurso medíocre de “não sou paga pra isso” ou “ninguém se importa se eu fizer.” Não seja uma pessoa mais ou menos. Um protagonista não se contenta com mediocridade.


4. DESENVOLVI MAIS MINHA CAPACIDADE DE EMPATIA E LIDERANÇA

Saber ouvir, de fato, ouvir o outro. Tentar entender o porquê que aquela pessoa tomou certa decisão ou teve certa atitude.

Desenvolver minha capacidade de empatia foi o maior desafio, pois eu sempre achava que era dona da razão. Agi impulsivamente diversas vezes. Errei feio em várias delas. Mas aprendi. E tenho tanto orgulho de ver minha evolução!

Juntamente com essa capacidade de empatia eu me forcei a ser líder. Busquei inspirar, transformar, ajudar, motivar e unir as pessoas. Não foi nada fácil. Também cometi erros. Mas evolui tanto que agradeço quando me mandam um problema. Pois eu confio que posso resolver, pois agora já entendo mais as pessoas e me entendo mais ainda.

Essas foram as 4 decisões que eu tomei na minha vida e que mudaram o rumo dela e tenho certeza de que isso é só o começo e de que eu tenho infinitas habilidades ainda para aprender e desenvolver que com certeza vão me manter no caminho certo com atitudes e decisões alinhadas ao meu propósito de vida.

E você? O que está esperando para assumir o seu protagonismo?



Me encontre no instagram | @milenefarias_
Me encontre no Pinterest   | Milene Farias



Nenhum comentário

Postar um comentário

Obrigada por comentar! Assim que possível venho aqui para responder você. Beijos!