[RESENHA] O Sol é para Todos - Harper Lee

FICHA TÉCNICA
Autor: Harper Lee
Título: O Sol é Para Todos
Editora: Galera Record - Selo José Olympio
Nº páginas: 350
Classificação Indicativa: para todos os públicos
Gênero: Romance Americano.



SINOPSE:

"A nova edição revista de um dos maiores clássicos da literatura mundial Um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado. Uma história atemporal sobre tolerância, perda da inocência e conceito de justiça. O sol é para todos, com seu texto “forte, melodramático, sutil, cômico” (The New Yorker) se tornou um clássico para todas as idades e gerações."


RESENHA


Considerado um dos melhores romances do século XX e ganhador do Prêmio Pulitzer de Literatura, “O Sol é para todos” da escritora Harper Lee é um clássico moderno que emociona e encanta com sua forma de escrita e principalmente, com a história que é contada.

Maycomb, Alabama, 1935. Esse é o lugar e a época em que a história da família Finch será contada pelo ponto de vista de Scout, uma menina de oito anos que possui uma inteligência e sensibilidade sem igual que com certeza vai conquistar o seu coração.
Através de sua narrativa seremos apresentados a vários personagens cativantes, dentre eles, conheceremos Attticus Finch que é um advogado muito respeitado em toda a região. Viúvo, ele cria, da melhor forma possível, seus dois filhos Jem (Jeremy Atticus Finch) e Scout (Jean Louise Finch). Até que um dia um caso mexe completamente com a pacata cidade de Maycomb.
Finch terá de defender Tom Robinson, um negro acusado de estupro. Podem imaginar que chance esse negro teria? Mas o mais surpreendente será o posicionamento do sr. Finch nessa história, que vai, a todo custo, tentar provar a inocência de Tom.
Nessa história vamos ter contato não apenas com os trâmites judiciais (que fica ainda mais interessante ao ser contada pela Scout) mas, principalmente pelos trâmites sociais e a forte crítica às raízes de uma sociedade não apenas racista, mas hipócrita, na maioria da vezes. E você vai entender isso quando conhecer a tia da Scout, a senhora Alexandra.
Scout, em sua inocência de criança, demonstra grande maturidade e nos guia de uma forma inesperada pela história. As lições que ela mesma aprende e nos ensina fazem com que, mesmo sem querer, possamos ter uma leitura crítica e até mesmo crua, se analisarmos o fato de que é uma criança analisando a sociedade, o julgamento do Tom e como ela não aceita que precisa ser uma dama, afinal só porque é menina não significa que não pode explorar o mundo e usar calças compridas como os meninos.



A pacata cidade de Maycomb jamais será a mesma depois do julgamento de Tom. Scout jamais será a mesma. E nós também não seremos os mesmos depois de descobrirmos porque “O Sol é para Todos”.

Com certeza, Atticus e Scout ganharam o meu coração e Harper Lee merece todas as homenagens possíveis por ter escrito essa obra genial. Esse livro com certeza precisa ser lido por você pelo menos uma vez na vida.
E aí, gostou da resenha? Se gostou não esquece de deixar a sua opinião.

Beijos e até a próxima!


2 comentários

  1. Adorei a resenha, e este é um livro que tenho bastante vontade de ler. Um clássico daqueles indispensáveis. Gostei muito do seu blog! <3
    www.letraecafe.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Raisa!
      Eu considero esse, um livro essencial pra vida.
      Que maravilha saber que ficou à vontade por aqui! Super beijos da Mi!

      Excluir

Obrigada por comentar! Assim que possível venho aqui para responder você. Beijos!