[FILME] Nasce uma Estrela - minha opinião

em sábado, 5 de janeiro de 2019

É tão difícil falar de algo que emociona tanto, não concordam?


Hoje gostaria de recomendar um filme que considero o melhor e mais lindo que vi em 2018. O enredo, as atuações, a trilha sonora, o desfecho e a toda a sensibilidade que "Nasce uma Estrela" nos traz é digno de premiações.



SINOPSE DO FILME:

Jackson Maine (Bradley Cooper) é um cantor no auge da fama. Um dia, após deixar uma apresentação, ele para em um bar para beber algo. É quando conhece Ally (Lady Gaga), uma insegura cantora que ganha a vida trabalhando em um restaurante. Jackson se encanta pela mulher e seu talento, decidindo acolhê-la debaixo de suas asas. Ao mesmo tempo em que Ally ascende ao estrelato, Jackson vive uma crise pessoal e profissional devido aos problemas com o álcool.


O filme é a quarta versão da história que já foi vivida por outros três icônicos casais Janet Gaynor e Fredric March (1937), seguidos por Judy Garland e James Mason (1954) e, por fim, a diva Barbra Streisand e o cantor Kris Kristofferson (1976).


Criado por William A. Wellman e Robert Carson, em 1937, o roteiro original de Nasce Uma Estrela foi premiado com o Oscar daquele ano. O único prêmio apesar de outras seis indicações.

Notemos que cada ano das adaptações foram marcadas por mudanças no cenário mundial. O primeiro, após a Grande Depressão, o segundo logo após a Segunda Guerra Mundial e o terceiro onde começava o movimento feminista e a era do Rock.


Nessa quarta adaptação, Bradley Cooper assumiu a direção e com todo o seu olhar artístico conseguiu adaptar a história à sua maneira que casou perfeitamente com a atriz escolhida, a diva Lady Gaga, que provou ser uma artista completa. 

A química entre os dois, somado ao fato de ter um pouco de realidade na personagem Ally, pois Lady Gaga era compositora antes de estrelar nas paradas da Pop Music, fez o filme se aproximar do espectador de uma forma tão envolvente que quando acontece aquele final, que quem já assistiu as outras versões sabe, não tem como ficar destroçada junto com a personagem da Ally e também não tem como não compreender Jackson.


Jackson é um artista em decadência pelo álcool e por diversos traumas da sua infância e adolescência que se torna um marido, que pensei eu: vamos ver um relacionamento abusivo aqui, ele vai talvez ser agressivo e detestável, o que não se torna realidade. Ele lida com suas dores de outras formas e é um marido terno e que realmente ama Ally, acredito que por isso o final foi tão triste.


Lady Gaga soube transmitir com delicadeza uma personagem que tem a personalidade forte mas que tem medo dos seus sonhos, sabe que tem potencial mas tem medo que as coisas realmente deem certo. Me identifiquei de tantas formas com ela e acredito que você também vai se identificar.


Por fim, o enredo está perfeito, a câmera vai nos contando uma história também com seus movimentos e cortes, acho que tudo está sincronizado nesse filme: as músicas, as falas, a construção dos relacionamentos, os fantasmas de cada personagem, a ruína e ascensão deles e o sacrifício pessoal que cada um faz em nome do amor é algo único, lindo e tocante.

Aprendi com "Nasce uma Estrela" que precisamos acreditar em nós mesmos, mas mais do que isso, acreditar no nosso potencial. Aprendi que a vida é feita de altos e baixos e que são as nossas dores que moldam quem somos. Aprendi que sucesso é renúncia, é preciso focar no que se acredita e saber que algumas coisas ficarão pelo nosso caminho. Aprendi, por último, que não podemos nos limitar pelo julgamento dos outros. Tanto Lady Gaga quanto Ally foram julgadas pela sua aparência. Ninguém é perfeito e somos especiais da nossa forma, todos temos talentos para mostrar ao mundo, não se deixe abater pelas críticas destrutivas.


Se você ainda não viu esse filme e recomendo fortemente que o veja assim que for possível.

Deixo aqui o trailer dele e no final a tradução da música, que pra mim, é a mais linda e verdadeira que já escutei e é impossível eu não me arrepiar ao escutar ela.


TRADUÇÃO DA LETRA SHALLOW - LADY GAGA
Música:

Me diga uma coisa, garota
Você está feliz neste mundo moderno?
Ou você precisa de mais?
Existe algo mais que você está procurando?

Estou caindo
Em todos os bons momentos
Eu me vejo almejando uma mudança
E nos momentos ruins, eu tenho medo de mim mesmo

Me diga uma coisa, garoto
Você não está cansado de tentar preencher esse vazio?
Ou você precisa de mais?
Não é difícil manter toda essa energia?

Estou caindo
Em todos os bons momentos
Eu me vejo almejando uma mudança
E nos momentos ruins, eu tenho medo de mim mesma

Eu estou à beira do precipício, assista enquanto mergulho
Eu nunca vou tocar o chão
Caio através da água
Onde eles não podem nos machucar
Estamos longe da superfície agora

Na superfície, superfície
Na superfície, superfície
Na superfície, superfície
Estamos longe da superfície agora

Eu estou à beira do precipício, assista enquanto mergulho
Eu nunca vou tocar o chão
Caio através da água
Onde eles não podem nos machucar
Estamos longe da superfície agora

Na superfície, superfície
Na superfície, superfície
Na superfície, superfície
Estamos longe da superfície agora

Letra original:
Tell me something, girl
Are you happy in this modern world?
Or do you need more?
Is there something else you’re searching for?

I’m falling
In all the good times
I find myself longing for change
And in the bad times I fear myself

Tell me something, boy
Aren’t you tired trying to fill that void?
Or do you need more?
Ain’t it hard keeping it so hardcore?

I’m falling
In all the good times
I find myself longing for change
And in the bad times I fear myself

I’m off the deep end, watch as I dive in
I’ll never meet the ground
Crash through the surface
Where they can’t hurt us
We’re far from the shallow now

In the shallow, shallow
In the shallow, shallow
In the shallow, shallow
We’re far from the shallow now

I’m off the deep end, watch as I dive in
I’ll never meet the ground
Crash through the surface
Where they can’t hurt us
We’re far from the shallow now

In the shallow, shallow
In the shallow, shallow
In the shallow, shallow
We’re far from the shallow now

Nenhum comentário , comente também!

Postar um comentário

Obrigada por comentar! Assim que possível venho aqui para responder você. Beijos!