[RESENHA] De Repente Esclerosei - Marina Mafra

FICHA TÉCNICA
Autor: Marina Mafra
Título: De Repente Esclerosei
Ano de Publicação: 2018
Edição: Independente
Nº páginas: 269
Classificação Indicativa: para todos os públicos
Gênero: Literatura Brasileira / Romance



SINOPSE
"Mitali Montez possui um arquivo pessoal de mágoas. Protege e ama incondicionalmente Aurora, sua melhor amiga e única família. É surpreendida pelo destino ao conhecer Dimitri Mifti, um moço com habilidades para derreter o seu coração gelado. O retorno misterioso do pai muda a perspectiva do seu passado, mas é através da adaptação com o diagnóstico de Esclerose Múltipla que ela percebe a necessidade do perdão para encontrar a paz que não sabia que precisava."


COMENTÁRIO GERAL

A Marina Mafra é uma amiga literária que conheci através do blog dela, o Resenhando por Marina e que também me inspirou a criar o meu blog.

Por muito tempo conversamos, e ela, prontamente, sempre me ajudava com algumas dúvidas do blog. Por isso já sou fã dela muito antes de ela se tornar uma autora e tenho um carinho imenso e respeito pela sua história.



Ela é paciente de Esclerose Múltipla desde 2012 e por ter dificuldade de encarar e falar sobre a doença ela acabou se fechando, construindo um muro entre ela e o mundo. Mas depois que ela leu um livro chamado "A Culpa é das Estrelas", percebeu que podemos encarar a doença por vários pontos de vista. Aí ela resolveu criar um blog pessoal para contar tudo sobre a Esclerose, praticamente um diário pessoal, chamado "Diário da Esclerosada".

Mas em 2015 ela enfrentou uma grande crise e parou de escrever. Fechou-se para o mundo novamente. E foi então que ela percebeu, por sorte, que parar de escrever era como cortar o combustível de sua vida. Consequentemente ela resolveu unir o útil ao agradável, e criou um blog literário para falar de suas leituras, o Resenhando por Marina.

Mesmo assim, a vontade de falar sobre como se sentia com a Esclerose não se aquietava e ela retomou um novo projeto chamado Sra Múltipla.

E no desejo de informar, conscientizar e até mesmo desabafar, surgiu a ideia de criar um livro, um faz de conta de verdade e dar voz a uma personagem com esclerose múltipla. E assim, nessa mescla de vida real com a ficção surgiu o "De Repente Esclerosei".  Com a clara mensagem para quem tem essa doença: "Você não está sozinho!"


Vamos à minha avaliação do livro conforme sempre faço:

1º Tema

A autora teve o desejo de informar e desmistificar a Esclerose Múltipla e conseguiu desenvolver, brilhantemente, uma história linda, repleta de amor, mesmo falando de perdas em vários momentos, ela  fala com o leitor de uma forma sensível e tocante.

A evolução de Mitali com a sua doença e com os acontecimentos de sua vida nos deixa totalmente imersos na história.
2º  Personagens

Não preciso nem falar o quanto amei Mitali e todo o seu amadurecimento. Mas Dimitri (amo esse nome!) realmente é um príncipe encantado. A relação madura deles, mesmo que tenham se apaixonado quase que instantaneamente, o que não incomoda nenhum pouco, mostra que a pessoa certa vem no momento certo e que ela vem para somar e nos tornar melhores.

Aurora, Enrico e os outros amigos dela foram essenciais para a evolução da jornada da nossa personagem principal e por tanto, amei cada personagem dessa história e queria eles na minha vida também.
3º Enredo

A história, mesmo que intensa e repleta de emoções, consegue ser leve, e em vários momentos, descontraída. Tudo vai acontecendo como a vida que segue. As surpresas, boas ou ruins, tornam tudo muito real. Não tem como largar esse livro pois é uma sensação tão boa estar ali, ao lado de Mitali, tanto que li em dois dias.
4º Ressaca

O quão intensa foi essa história? O quanto ela mexeu comigo?
Nem tenho muito o que dizer nesse momento, só queria reforçar que  amei passar cada novo capítulo com Mit e Dimi. Eu chorei junto com ela quando precisei chorar, sorri feito boba, sofri, revivi trechos da minha própria história.. e no fim eu pude perceber que a vida te dá várias lentes e depende de qual vamos usar para enxergar a nossa realidade e como vamos lidar com ela, que vai dar sentido na nossa existência.

E aprendi, principalmente, que são os momentos que vivemos com as pessoas que amamos que ficam gravados na nossa vida para sempre, mesmo que elas tenham que partir cedo demais.
5º Edição/Parte Gráfica

Como li em ebook posso dizer que a diagramação está perfeita. Mas só sei dizer que o livro físico está ainda mais perfeito eu estou contando os minutos para ter ele nas minhas mãos.

VEREDITO DA MI

O que senti lendo esse livro?
Empatia, admiração, emoção, felicidade, angústia... foi um carrossel de sentimentos que representam um ser humano real lidando com suas dores e tragédias particulares, tentando se reerguer.
Num dia ele está cheio de esperanças e no outro quando ele só quer sentir a sua própria dor.

Mitali me ensinou que a vida está aqui para nos testar, para ver o quão forte somos e que apesar de tudo, ainda podemos sonhar e acreditar que um novo amanhã repleto de coisas boas vai acontecer. E que a tempestade é passageira. Que para ver o arco-iris é preciso encarar antes a chuva, e claro, não ter medo de se molhar.

Recomendo com todo o meu coração esse livro.

Conheça mais informações no blog < De Repente Esclerosei >

Classificação da Mi

2 comentários

  1. Gostei do jeito que você organiza seu post, o jeito que você faz suas avaliações é bem legal! Esse livro parece ser incrível e parece ensinar bastante sobre essa doença que é séria e nada fácil para quem tem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adotei essa forma de resenha há alguns meses e fica bem mais fácil assim.
      Que bom que você gostou <3
      O livro realmente tem uma linda mensagem.

      Excluir

Obrigada por comentar! Assim que possível venho aqui para responder você. Beijos!