5 motivos para você cursar uma graduação EAD em 2019

Já montou as suas promessas de ano novo? Talvez ali esteja “estudar em 2019” ou “voltar a estudar em 2019”, mas se você ainda não decidiu como irá fazer isso, hoje eu quero te mostrar 5 motivos para você cursar uma graduação EAD em 2019. 


Que a educação é um fator primordial para o aperfeiçoamento na carreira e na vida, isso já sabemos e hoje em dia não existem muitas desculpas para não cursar uma graduação, já que o mercado da Educação à Distância no Brasil passa por uma transformação gigantesca e abocanha uma parte considerável dos alunos. 

Segundo uma matéria publicada na revista veja, em julho desse ano, mais de 1,5 milhões dos estudantes de ensino superior fazem um EAD. 

Então anota ai os motivos: 

1. Flexibilidade nos horários 

Quem trabalha fora o dia todo em horários estendidos ou tem que viajar constantemente pela empresa sabe que fica quase inviável ir para a aula todas as noites ou todas as manhãs. Por isso não tem como iniciar uma graduação presencial. 

O EAD veio justamente com a ideia de democratizar e facilitar o acesso ao ensino superior. Por isso, você pode fazer o seu curso no conforto da sua casa ou no seu café preferido no horário que ficar melhor. 

Se não deu tempo durante a semana e você quer colocar a matéria em dia no sábado e no domingo, você pode. O conteúdo e as atividades estarão lá disponíveis para você, coisa que é impossível de acontecer no presencial. Caso você perder um conteúdo precisa pedir que colegas o situem ou emprestem o material e mesmo assim, você não terá as explicações dos professores prontas para serem vistas e revistas quando necessário. 

O melhor do EAD é o acesso fácil e rápido de todos os conteúdos e aulas. 


2. Economia de tempo e de dinheiro 

Já falamos que o horário é adptável à rotina de quem decide estudar EAD e, por tanto economizamos tempo de deslocamento até a Universidade diariamente, dependendo de onde você estuda gasta entre 2h e 4h entre ida e volta. 

Vou fazer um cálculo baseado na minha experiência, pois já fiz curso presencial e EAD também: 

Das 17h00 às 18h00 eu precisava tomar um banho, comer, organizar meu material e ir até a parada de ônibus que ficava há 15 min a pé. O tempo de ida até a Universidade era de 45 min à 1h dependendo do tráfego da estrada e da própria condição do ônibus. 

Minha aula começava as 19h30 com intervalo às 20h45. As 21h00 a gente retornava pra sala para às 22h00 sermos liberados para pegar o transporte de volta, sendo que a aula teria que ser até as 22h30. Eu chegava em casa entre 22h45 e 23h15. 

Ou seja: Eu tinha cerca de 2 horas de aula e levava 3 horas envolvida com deslocamento. 

Vale observar que tem cursos que não há possibilidade de optar por EAD 100%. 

E a mensalidade? De R$ 940,00 por mês para R$ 250,00, no máximo R$ 360,00. 

Em 4 anos você teria investido quase 50 mil num curso presencial e num curso EAD não chegaria nem a 20 mil reais. 


3. Disciplina e pró-atividade 

Vale lembrar que EAD não é para todo mundo. 

Eu sempre fui uma aluna pro ativa e disciplinada na escola. Sempre pesquisei, fui atrás de novos conteúdos, novos exercícios e buscava aprender muito sozinha para tirar as dúvidas com os professores. Esse foi o meu perfil de sempre. Por isso um EAD exige disciplina e pro atividade. Além, é claro, de organização e persistência. 

Você aprende também, mas precisa estar disposto a encarar esse desafio. 

E gente, não tem nada melhor que uma pessoa que corre atrás de conhecimento, de entender o processo de trabalho, que questiona e quer entender as suas atividades e importância delas na empresa. 

Acredite. As empresas sentem falta de gente com atitude, com disciplina e com responsabilidade. 


4. Mesmo diploma que um curso presencial 

Aqui está o pulo do gato! 

Para ter validade, um diploma de graduação precisa ter sido emitido por uma instituição com reconhecimento do MEC para aquele curso. Por isso, entre no site do MEC e pesquise se a instituição que está pensando em cursar, tem registro. 

E não há nenhuma diferença no diploma emitido seja ele presencial ou EAD. Fique bem tranquilo, apesar de sabermos haver muito preconceito com esse tipo de opção de graduação. 

5. Melhorar o seu currículo 

A competitividade do mercado de trabalho e as exigências das empresas fazem com que um profissional precise se capacitar constantemente. 

E é inegável que ter um curso superior amplia suas perspectivas na carreira e na sua vida pessoal também. Sua visão de mundo e seus conhecimentos serão expandidos e seu netwoking melhorado. 

Então, fazer uma graduação é um passo muito importante na sua vida profissional e pode ser um diferencial na hora da contratação ou até mesmo de um aumento de salário, ou quem sabe, até, uma nova e melhor proposta de trabalho. 

......

Por tanto, se você precisa aproveitar melhor seu tempo, não tem um dinheiro suficiente pra investir numa graduação presencial e gosta de desafios: invista numa graduação EAD. 

Aqui está o link de um teste para saber se você tem o perfil para ser um estudante EAD. : Educação EAD é para mim?


Espero ter ajudado.
Beijos e até a próxima dica ;)

Nenhum comentário

Postar um comentário

Obrigada por comentar! Assim que possível venho aqui para responder você. Beijos!