[FILME] Felicidade por um Fio

DICA DE FILME: Felicidade por um fio (Nappily Ever After)
Data de lançamento 21 de setembro de 2018 (1h 38min)
Direção: Haifaa al-Mansour
Gêneros: Comédia dramática / Romance
Nacionalidade: EUA



SINOPSE

Violet Jones (Sanaa Lathan) é uma publicitária bem-sucedida que considera sua vida perfeita, tendo um ótimo namorado e uma rotina organizada meticulosamente para conseguir estar sempre impecável. Após uma enorme desilusão, ela resolve repaginar o visual e o caminho de aceitação de seu cabelo está intrinsecamente ligado à sua reformulação como mulher, superando traumas que vêm desde a infância e pela primeira vez se colocando acima da opinião alheia.


RESENHA

Esta comédia romântica tem a direção de   Haifaa Al-Mansour, a primeira cineasta mulher da Arábia Saudita! E o tema central  do filme é a aceitação do nosso cabelo natural e como ele influencia na nossa vida.

Vou te fazer uma pergunta: você consegue ficar 1 semana sem secador de cabelo e chapinha?

Se a sua resposta for "sim" parabéns, amiga! Mas se a sua resposta for "não", então assista a esse filme!

A personagem principal, Violet Jones (Sanaa Lathan) é uma publicitária bem sucedida, linda e cresceu precisando manter sua aparência sempre perfeita, que, segundo a mãe dela, era de uma mulher perfeita que os homens gostavam e era assim que as coisas dariam certo na vida dela.


Violet era lindíssima, segura de si e tinha o controle do total de sua vida, era super organizada, realmente uma mulher perfeita. Isso era o que ela pensava, até que ela percebe que ser perfeita não é ser alguém real.

A crítica do filme nos mostra que a busca pela perfeição apenas oculta quem somos de verdade e apenas nos tornamos o que representamos ser e não quem de fato somos.

Violet aprende da pior forma que a vida é arriscar, cometer erros e principalmente, não termos vergonha de ser quem somos e de ter o cabelo que temos.

Toda a sua vaidade e segurança era terceirizada para o cabelo liso, pois foi assim que a mãe dela ensinou. E numa noite de loucura ela começou a enfrentar dia após dia seus traumas de infância e foi descobrindo a mulher de verdade que ela era.


OPINIÃO FINAL SOBRE O FILME:

A auto aceitação, os traumas da infância e a dependência da aparência física perfeita foi tratada de uma forma leve, divertida e emocionante no filme.


*******
Nota da autora: Há dois anos atrás eu cortei meu cabelo na altura do ombro, o que deixou muita gente chocada, pois eu sempre tive o cabelo longo. O que as pessoas mais perguntavam "tu não teve dó?" "nossa, como você teve essa coragem?" e sabe de uma coisa: foi a melhor decisão que eu tomei. A sensação de liberdade e praticidade do cabelo curto deu uma guinada na minha auto estima e vi que o que importa é como nos impomos na vida e não em como parecemos. Cabelo faz parte da nossa personalidade, ele não deve defini-la.
*******

Tenho certeza que você vai amar muito esse filme, tem na Netflix! Super recomendo!

TRAILER DO FILME:


2 comentários

  1. Esse filme me emocionou muito, venho passando por uma crise semelhante. Nunca estou satisfeita com o meu cabelo. Eu mesma fiz a loucura de cortar o meu bem curto, mas se pudesse tinha raspado também de tanta agonia que ando. Mas sei que é tudo por uma questão muito maior de estima, de pressão e tudo o mais que venho passando assim como a personagem no filme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São fases que passamos, Ellen. Eu ainda tenho problemas de auto estima, mas eles hoje não representam nem 50% do que um dia foram.
      Ano após ano eu fui cuidando da minha saúde emocional e trabalhando na minha auto estima e fui superando um trauma por vez. O do cabelo já tem 2 anos.

      Tenha fé e acredite que tudo é uma fase, que o que for ruim vai passar e vai te deixar mais forte. As coisas se resolvem exatamente quando precisam ser resolvidas.

      Excluir

Obrigada por comentar! Assim que possível venho aqui para responder você. Beijos!